Todos nós temos um pouco de alforreca empalhada, apenas precisamos de a libertar!

§Pesquisa na Alforreca

Google

§Alforreca Patrocinada por:

§Empalhamentos Recentes

§ Mudanças

§ Um ano novo a estrear!

§ Ganga Preta!

§ Idade!

§ A tangerina do comboio!

§ Hoje estou triste!

§ Ouch!

§ Gimme!

§ !

§ Delírio na loja da tmn!

§Empalhamentos Antigos

§ Abril 2008

§ Janeiro 2008

§ Dezembro 2007

§ Novembro 2007

§ Outubro 2007

§ Setembro 2007

§ Agosto 2007

§ Julho 2007

§ Junho 2007

§ Maio 2007

§ Abril 2007

§ Fevereiro 2007

§ Janeiro 2007

§ Dezembro 2006

§ Novembro 2006

§ Outubro 2006

Domingo, 5 de Novembro de 2006

Não tem cheiro e tira o mau cheiro!

Era exactamente isto que estava escrito num dos muitos cartazes em exposição no Museu da Farmácia.

Sexta-feira, eu e a Catarina resolvemos fazer algo que à muito adiávamos, visitar o museu da nossa faculdade!

Findadas as aulas pusemos pés ao caminho e lá fomos nós em busca do tão famoso museu. Eu como sabia que o Adamastor era para os lados do museu disse à Catarina que antes de irmos ao museu tinhamos de ir primeiro ao Adamastor. Qual foi o meu espanto quando reparei que o museu era mesmo ao lado do Adamastor...ou seja tive de ouvir a Catarina a chamar-me tudo e mais alguma coisa por já ter ido ali tantas vezes e nunca ter reparado no museu...resumindo passei por farmacêutico desinteressado.

Aqui estão as fotos que tiramos no Adamastor

 

Depois da curta passagem pelo Adamastor lá fomos ao Museu da Farmácia. Pelo que nos tinham dito aquilo era pequeno, no entanto, não sei se nós é que somos muito lentos e meticulosos, mas demoramos duas horas a ver tudo. Sinceramente eu acho que ficaram a pensar que nós queriamos acampar lá no museu. Só vos digo que vale bastante a pena! É um museu muito pouco publicitado mas de um interesse enorme. No andar superior mostra o evoluir da farmácia ao longo da história, desde a pré-história, passando pelos egípcios, gregos e romanos, abordando o islamismo, as tribos da américa do sul e de áfrica, indo depois para a idade média e renascentismo acabando nos dias de hoje. As peças que estão em exposição são lindissimas e de grande interesse...até um sarcófago havia ( a Catarina teve de me persuadir a não tentar levá-lo para casa....eu ia jurar que ele cabia na minha mala mas ela disse que não!)

No andar de baixo havia uma exposição da história da farmácia em Portugal, havendo inúmeras reproduções de farmácias de diferentes épocas. Mas o melhor de tudo é que existiam bonecos incrivelmente realistas a fazer a vez do farmacêutico ou do cliente, sendo que um até se mexia...só vos digo que eu e a Catarina já estamos a morrer de medo e à espera do momento em que um dos bonecos ganhasse vida e nos atacasse...enfim demasiados filmes de terror

 

No fim de tudo ainda fomos chamados de Doutores pela senhora da recepção, que muito afável ficou com a nossa morada e e-mail para nos avisar de conferências que fossem dadas. Digo-vos que me senti incrivelmente importante

 

E aqui está a belíssima Catarina ao pé da placa do não menos belíssimo museu!

Sinto-me: Contente
Música: The Only One - Evanescence
Lançado às alforrecas por Estagiário Farmacêutico às 16:17
Link do post | Empalha uma alforreca | Favoritiza a Alforreca
|

§Mais sobre a Alforreca

§Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

§tags

§ todas as tags

§Viagens Alforrecais

§Ajuda a Alforreca

§ Torna-te numa

blogs SAPO

§subscrever feeds