Todos nós temos um pouco de alforreca empalhada, apenas precisamos de a libertar!

§Pesquisa na Alforreca

Google

§Alforreca Patrocinada por:

§Empalhamentos Recentes

§ Mudanças

§ Um ano novo a estrear!

§ Ganga Preta!

§ Idade!

§ A tangerina do comboio!

§ Hoje estou triste!

§ Ouch!

§ Gimme!

§ !

§ Delírio na loja da tmn!

§Empalhamentos Antigos

§ Abril 2008

§ Janeiro 2008

§ Dezembro 2007

§ Novembro 2007

§ Outubro 2007

§ Setembro 2007

§ Agosto 2007

§ Julho 2007

§ Junho 2007

§ Maio 2007

§ Abril 2007

§ Fevereiro 2007

§ Janeiro 2007

§ Dezembro 2006

§ Novembro 2006

§ Outubro 2006

Quinta-feira, 2 de Agosto de 2007

Porque

Porque os outros se mascaram mas tu não
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão
Porque os outros têm medo mas tu não

Porque os outros são os túmulos caiados
Onde germina calada podridão
Porque os outros se calam mas tu não

Porque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo
Porque os outros são hábeis mas tu não

Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos
Porque os outros calculam mas tu não.
Lançado às alforrecas por Estagiário Farmacêutico às 22:31
Link do post | Empalha uma alforreca | Favoritiza a Alforreca
|
1 comentário:
De bacon a 7 de Setembro de 2007 às 05:30
DATA

à memória d'Eustache Deschamps

Tempo de solidão e de incerteza
Tempo de medo e tempo de traição
Tempo de injustiça e de vileza
Tempo de negação

Tempo de covardia e tempo de ira
Tempo de mascarada e de mentira
Tempo de escravidão

Tempo dos convenientes sem cadastro
Tempo de silêncio e de mordaça
Tempo onde o sangue não tem rasto
Tempo de ameaça

Sophia de Mello Breyner Andresen

Comentar post

§Mais sobre a Alforreca

§Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

§tags

§ todas as tags

§Viagens Alforrecais

§Ajuda a Alforreca

§ Torna-te numa

blogs SAPO

§subscrever feeds